TV Câmara

Câmara anuncia medidas de combate ao contágio do coronavírus

sexta-feira, 13 Março, 2020 - 18:19

A Câmara Municipal de Florianópolis anunciou nesta sexta-feira medidas de combate ao contágio do coronavírus na cidade. O Legislativo devolveu R$ 630 mil para ajudar a custear as operações de prevenção contra a doença. Além disso, a CMF irá cancelar todas as sessões comemorativas e de homenagens, que usualmente reúnem centenas de pessoas na Casa do Povo. As sessões plenárias e reuniões das comissões estão mantidas, mas com acesso restrito ao público, e continuarão disponíveis para acompanhamento pela internet, no site da Câmara ou pelas redes sociais.

“A Câmara de Vereadores tomou ações com a prefeitura para mostrar um diálogo conjunto, um consenso em prol da população de Florianópolis. De antemão estamos suspendendo todas as cerimônias de homenagens. Uma pena, mas é por um bem maior”, afirma o presidente da Câmara, vereador Fábio Braga.

"Além das medidas adotadas pelo Legislativo, o presidente da Câmara estabeleceu um apoio em reforço financeiro para o combate com os recursos das economias da CMF", explicou o prefeito Gean Loureiro.

As medidas tomadas pela CMF seguem a linha do decreto 21.340 da prefeitura municipal, publicado também nesta sexta-feira. Eventos públicos com mais de 250 pessoas em ambiente ao ar livre não poderão ser realizados, assim como eventos com mais de 100 pessoas em ambientes fechados. Estão sendo cancelados os alvarás de os eventos que estão marcados para os próximos dias.

As ações que a Câmara ajudará a custear com a devolução, anunciadas pelo município, são o prorrogamento dos contratos médicos que venceriam agora, o início do Alô Saúde na segunda-feira, que funcionará como suporte para combate à transmissão da doença. A serviço começa a operar na próxima segunda-feira, dia 16 de março.

"Vai ser pelo Alô Saúde que serão feitos os contatos diários pelos enfermeiros para acompanhamento das pessoas que se encontrarem em quarentena", explicou o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Justo, conhecido como Paraná.

De acordo com a prefeitura, o atendimento profissional do Alô Saúde pelo telefone vai cumprir um papel extremamente importante para evitar que as pessoas se desloquem para as Unidades de Saúde se expondo mais a um risco e colocando outras pessoas em perigo, em especial idosos. "Tivemos casos identificados em Florianópolis, mas ainda não tivemos nenhum caso confirmado de transmissão local", explicou Ana Vidor, gerente da vigilância epidemiológica do município.

Na coletiva, também foram confirmados alguns avanços no combate que serão prestados por parte do governo federal. Florianópolis será contemplada com 10 médicos desses 5800 que serão contratados pelo programa mais médicos. E o município deve receber uma parte dos R$ 5 bilhões anunciados pela União para o combate ao coronavírus, em valor que ainda será oficializado.