Text Resize

-A A +A

Tema

Current Theme: Padrão

CÂMARA DEBATE IMPACTOS DA RESSACA NA PRAIA DA ARMAÇÃO
852b6da6-c4a9-416b-9b66-5195912cf4b2

A Comissão da Pesca, da Maricultura, da Agricultura e Assuntos do Mar debateu nesta segunda-feira (6/11) os impactos da ressaca na praia da Armação. A reunião, requerida pelo vereador Marquito (PSOL), serviu também para conhecer as atividades realizadas pela Defesa Civil de Florianópolis e pela comunidade. A ideia foi identificar o que está sendo feito para solucionar os danos causados e também propostas futuras para evitar a repetição dos acontecimentos.

O diretor da Defesa Civil, Luiz Eduardo Machado, apontou como prioridades adotadas o trabalho de limpeza e a recuperação das áreas urbanizadas. “Estão previstas também as reformas nos postinhos de guarda-vidas na praia do Matadeiro e no Caldeirão do Morro das Pedras”, afirmou.

O geólogo da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (FLORAM), Ademar Alfonso Mombach, que também integra o Grupo de Monitoramento da região da Armação, abordou as consequências que o processo de enrocamento, utilização de blocos de rocha para proteger as construções contra a água, pode trazer. “Temos que ficar atentos, pois o processo de enrocamento pode resultar no futuro em mais sedimentos deslocados em caso de uma nova ressaca. Precisamos da elaboração de um plano de gestão de riscos costeiros”, concluiu.

Mombach informou, ainda, que mais de dez mil metros quadrados de vegetação de restinga foram removidos pela força do mar.

Ao fim do encontro, os encaminhamentos dados foram o de formalização de um Grupo Intersetorial composto por corpo técnico e sociedade civil pra discutir ações na praia da Armação e a elaboração de um plano estratégico de mitigação.

Em setembro, por meio do Diário Oficial, a prefeitura de Florianópolis decretou situação de emergência após os estragos provocados pela ressaca. Segundo dados de setembro da Defesa Civil, o prejuízo causado nas praias do sul e norte da capital chega a R$ 4 milhões.

O presidente da Comissão, vereador Roberto Katumi (PSD), abriu a reunião e em seguida passou o comando dos trabalhos para o vereador Marquito. Acompanharam os debates o vereador Maikon Costa (PSDB) e membros da sociedade civil.

Notícias Relacionadas