TV Câmara

Na tarde desta terça-feira (09/07), a Câmara de Vereadores abriu o espaço da Tribuna Livre e do Grande Expediente para falar sobre os dois anos da Passarela da Cidadania e também para divulgar o projeto The Beatles Pela Vida.

 

Homenagem ao Projeto Passarela da Cidadania

O Grande Expediente prestou homenagem aos dois anos do Projeto Passarela da Cidadania, atendendo o requerimento do vereador Claudinei Marques (PRB). Foram homenageados pessoas e entidades que prestam serviço voluntário em prol dos mais necessitados.

A tradicional Feira da Esperança, promovida pela APAE de Florianópolis, chega neste ano à sua 30ª edição e será realizada na sede da entidade, no bairro Itacorubi.  O evento visa arrecadar recursos para a manutenção dos trabalhos da instituição, que atende 610 alunos na oferta de atendimento de saúde, educação e assistência social a crianças, jovens e adultos excepcionais.Durante o evento serão comercializadas mercadorias apreendidas pela Receita Federal. Perfumes, roupas, eletrônicos e itens de higiene pessoal estarão à venda por um precinho mais em conta. Quem compra, ajuda a APAE.

A Câmara de Vereadores aprovou no início da semana o projeto de lei complementar que proíbe a mutilação de animais domésticos para fins estéticos, o projeto de lei que inclui a informação do zoneamento do imóvel no cartão de IPTU e o projeto que cria a Semana da Robótica na Capital. Confira mais detalhes de cada projeto:

A Câmara de Vereadores abriu o espaço da Tribuna Livre desta segunda-feira (08/07) para o representante do Sinergia, Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Energia Elétrica, falar sobre a incorporação da Eletrosul pela CGTEE e os possíveis impactos decorrentes dessa medida. O requerimento é de autoria do vereador Lino Peres (PT).

A EGEL - Escola de Gestão e Eficiência Legislativa está promovendo o Workshop Empreendedorismo no Setor Público. O evento é gratuito e gera certificado de participação. Inscreva-se aqui ou pelo site da Câmara de Vereadores de Florianópolis (http://www.cmf.sc.gov.br/), no banner disponivel na capa da página. O workshop será realizado no dia 15/08, das 13h30 às 18h30.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga possíveis irregularidades no transporte público da Capital, ouviu nesta quinta-feira (04/07) a ex-secretária municipal de mobilidade urbana Juscelia Monn, que trabalhou na secretaria no período da implementação do sistema. A sequência de oitivas agora tem escutado os responsáveis por comandar as pastas nas últimas gestões municipais.

A Câmara de Vereadores aprovou nesta quarta-feira (03/07), o projeto de lei 17496/2018, de autoria do vereador Tiago Silva (MDB), que cria a política municipal de combate e prevenção à corrupção, que tem como diretriz principal a transparência e eficiência dos atos administrativos.

O vereador Tiago afirmou que o combate à corrupção é um anseio social: “Não se tolera mais o uso indevido de recursos públicos e o projeto tem por objetivo principal a educação social como meio de prevenção e combate à corrupção”. 

Grande Expediente – Um Grande Expediente na sessão desta quarta-feira realizou homenagem pelos 15 anos de formatura da 1.ª turma da Guarda Municipal de Florianópolis, a pedido do vereador Maikon Costa (PSDB). O parlamentar afirmou que é uma honra e alegria prestar essa homenagem: “A Guarda Municipal é a polícia do futuro”, afirma.

Nesta terça-feira (02/07), a Câmara de Vereadores abriu o espaço da Tribuna Livre para que representantes da população apresentassem suas demandas no Parlamento. A primeira tribuna foi usada por Carlos Eduardo Paredes, representante do Movimento Parque da Lagoa, reivindicando um parque para o bairro. A segunda tribuna foi utilizada por Miriam Guerda Ruguembergui, representante do Conselho do Rio Vermelho, tratando sobre a questão do acesso à saúde pública no bairro da região Norte da Ilha. 

O Projeto de Lei 17623/2018 que trata do estabelecimento de uma Política de Dados Abertos em Florianópolis foi aprovado nesta segunda-feira (01/07) na Câmara Municipal. A proposta pretende garantir que cidadãos tenham acesso a dados produzidos e acumulados pelo poder público da Capital que, atualmente, não têm divulgação exigida pela Lei de Acesso à Informação. O projeto é de autoria do vereador Gabrielzinho (PSB) em parceria com estudantes de Administração Pública da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).