TV Câmara

SESSÃO SOLENE

terça-feira, 25 Fevereiro, 2014 - 17:45

A Câmara Municipal de Florianópolis realizou na tarde desta terça-feira, 25 de fevereiro, Homenagem ao Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, PROERD, que há 23 anos integra as ações da Polícia Militar em todo o Brasil. Em Santa Catarina o projeto foi implantado em 1998 e, desde então, já capacitou mais de um milhão de jovens, orientando-os a dizer NÃO às drogas e à violência.

O PROERD foi inspirado em um projeto criado em Los Angeles, Califórnia (EUA), no ano de 1993. O D.A.R.E – Drug Abuse Resistance Education - foi desenvolvido por um grupo de psicólogos, policiais e pedagogos com o objetivo de atuar na prevenção e mostrar a crianças e adolescentes os malefícios causados pelas drogas. O sucesso do programa foi seguido por diversos países, entre eles o Brasil, sendo o Rio de Janeiro o primeiro estado do país a implantar o projeto depois de readequá-lo à realidade brasileira.

Em Santa Catarina o PROERD chegou em 1998 e, desde então, vem de forma lúdica e divertida evitando que crianças e adolescentes em fase escolar façam o uso de drogas. Por meio de atividades dinâmicas, os instrutores apontam o problema, orientam como resistir às drogas, criam a conscientização e preparam os pais para atuarem na luta contra os entorpecentes e contra a violência.

Em seu discurso em nome dos demais vereadores, Vanderlei Farias (PDT), apontou dados que demonstram o quanto a droga está inserida na realidade brasileira. Entre eles, o fato do Brasil ser o segundo maior consumidor de cocaína atrás apenas dos Estados Unidos, sendo que grande parte dos usuários é de crianças. Por isso, salientou a importância do PROERD para toda a sociedade. "Muito mais do que prevenção às drogas, o PROERD passa noções de cidadania, disciplina, responsabilidade, respeito pela dignidade humana e comprometimento", salientou o vereador Lela.

O presidente da Câmara Municipal de Florianópolis, César Faria (PSD), também destacou a importância do projeto para os lares brasileiros. "Meus dois filhos participaram do PROERD e vi de perto a importância que o programa tem na educação, na formação dos nosso jovens. Esse é um serviço fabuloso que merece ser lembrado e valorizado", concluiu.