TV Câmara

Câmara e Comissão da Mulher lançam campanha em combate à violência doméstica

quinta-feira, 25 Novembro, 2021 - 13:28

A Câmara Municipal de Florianópolis lança nesta quinta-feira (25), Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra a Mulher, uma campanha institucional realizada em conjunto com a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e da Promoção da Igualdade de Gênero.

O filme que está sendo veiculado nos canais oficiais da CMF e do colegiado busca sensibilizar a população e conscientizar sobre a importância de denunciar casos de violência doméstica, seja ela física, sexual ou psicológica, além de levantar o debate a respeito das desigualdades que as mulheres enfrentam diariamente.

Para a presidenta da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e da Promoção da Igualdade de Gênero, vereadora Carla Ayres (PT), produzir uma campanha assim é muito importante porque as instituições, como a Câmara Municipal, precisam se comprometer com o combate à violência, especialmente o combate à violência contra as mulheres. "Então a Câmara Municipal e também a Comissão da Mulher se colocar neste lugar e se comprometer com isso é se responsabilizar em criar estratégias para combater essa violência", pontua a parlamentar.

Além de incentivar o combate à violência contra a mulher, a iniciativa dá destaque aos 16 Dias de Ativismo Contra a Violência de Gênero, uma campanha internacional anual que começa hoje e segue até 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos, mobilizando pessoas e organizações para promover a prevenção e eliminação da violência contra mulheres e meninas.

Nesse sentido, o presidente da Câmara Roberto Katumi Oda (PSD) destaca a atuação do colegiado em defesa das mulheres e da igualdade de gênero. “A mulher tem que levantar a sua voz e saber que em Florianópolis a Câmara Municipal está do seu lado. Se você foi agredida, se você foi ameaçada de qualquer forma, nós temos uma comissão muito atuante, pode nos procurar. Nós estamos juntos nesse embate à violência contra a mulher”, disse o presidente da CMF.

Assista ao vídeo.