TV Câmara

Casan apresenta relatório de atividades e retificação do edital de indenização a Comissão da Lagoa da Conceição

segunda-feira, 22 Fevereiro, 2021 - 21:00

Em reunião nesta segunda-feira(22), o presidente da Câmara, Roberto Katumi e os vereadores da Comissão Temporária da Lagoa da Conceição estiveram na Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) participando de reunião com representantes da Companhia na sede da empresa.  

Na oportunidade, a presidente da Casan entregou aos parlamentares o relatório atualizado das atividades de atendimento aos moradores afetados e falou também sobre a publicação do edital referente às regras gerais de indenização das casas e dos demais danos materiais.

A presidente da Casan, Roberta Mass dos Anjos agradeceu durante a reunião o presidente do Legislativo e a Comissão formada para tratar do tema por ter ajudado na intermediação com os moradores. 

“Hoje realizamos uma reunião de avaliação e apresentamos a publicação de retificação do edital, juntamente com todos os anseios dos moradores. A gente sabe que ali, cada caso é um caso. A Casan vem atender aos anseios da comunidade e realmente o que eles estão precisando. E a Câmara nesse sentido, foi primordial porque ela fez toda essa intermediação entre os moradores e a Companhia,” afirmou a presidente Roberta.

Desde o primeiro momento que a tragédia do rompimento da lagoa artificial tornou-se pública,  o presidente do Legislativo da Capital viu a necessidade de criar a comissão para acompanhar a situação dos moradores da região e fazer o intermédio com a Casan. 

“ Sem dúvida nenhuma foi fundamental porque podemos dizer que grande parte da solicitação dos moradores foram atendidas e serão hoje realizadas através da publicação do edital de credenciamento. Chegamos ao objetivo que foi dado para essa comissão: dialogar e fazer a ponte com as famílias atingidas. Quero agradecer a presidente da Casan,  Roberta que nos atendeu de forma cordial sempre com muita honestidade e clareza nas posições no que a instituição Casan poderia fazer. A Câmara encerra hoje um ciclo que deu um resultado fantástico,  e essa é a função dos vereadores, ouvir o povo. Sempre fazendo a ponte entre a sociedade e os órgãos fundamentais para desenvolvimento da nossa cidade,” enfatizou o presidente da CMF.   

Um relatório feito pela Defesa Civil apontou que pelo menos 66 moradores foram atingidos com o rompimento da Lagoa Artificial, 33 edificações foram afetadas e 07 tiveram que ser interditadas. Segundo os vereadores o intermédio da Câmara foi fundamental para acelerar o processo de acordo entre as duas partes, mesmo que ainda faltem alguns pontos a serem discutidos.

Morador da região há mais de 40 anos e conhece de perto a comunidade, o vereador Renato da Farmácia destaca o papel do Legislativo e do presidente da Câmara que tomou a iniciativa de uma forma imediata. 

“ O importante dessa nossa convivência na região faz com que a gente consiga conhecer cada morador e principalmente saber dos anseios dos moradores. Essa reunião encerra um desfecho sensacional, inclusive agradecer o presidente Katumi que tomou a iniciativa de forma imediata, fazendo com que a Câmara fizesse parte desse conceito,” descatou o vereador Renato. 

A vereadora Carla Ayres, membro da Comissão também participou da reunião e ressaltou os pontos avançados. “Considerando também que as famílias têm uma diversidade muito grande entre elas, temos limites nessa negociação. Nós tivemos alguns limites, alguns pontos os moradores, mas em muitos pontos nós conseguimos 100% do entendimento da Casan em que a reivindicação dos moradores eram legítimas.”